Enter your keyword

A Bela e a Fera domina o circuito global e é a maior estreia da semana no Brasil

A Bela e a Fera domina o circuito global e é a maior estreia da semana no Brasil

A Bela e a Fera domina o circuito global e é a maior estreia da semana no Brasil

A Bela e a Fera, controversa adaptação live-action da animação da Disney, é a maior estreia da semana no circuito brasileiro. Com uma taxa de ocupação de 70% dos cinemas globais, o longa é estrelado por Emma Watson como uma jovem camponesa que tem o pai capturado pela Fera (Dan Stevens), criatura habitante de um castelo cheio de objetos mágicos que precisa de um amor verdadeiro para voltar à forma humana.

Outra estreia do dia é o grande vencedor do último César Award, o Oscar francês: Fátima, sobre uma empregada doméstica de origem árabe com dificuldades de comunicação na França, e cuja situação dramática se agrava após um acidente de trabalho. Tinha Que Ser Ele?, com Bryan Cranston, James Franco e Zoey Deutch vivendo a rivalidade entre um pai e o namorado rico de sua filha, surge como principal opção de comédia da semana.

O Filho de Joseph apresenta Mathieu Amalric como o repulsivo personagem-título — que se vê ameaçado quando o possível filho Vincent (Victor Ezenfis) partir em busca de sua identidade. O filme do cultuado cineasta Eugène Green divide salas com outro conterrâneo: Os Cowboys, western do francês Thomas Bidegain sobre um pai disposto a matar quem for necessário para recuperar sua filha sequestrada.

Nessa semana agitada, entram em cartaz outros oito longas-metragens — todos nacionais. Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffè, mostra refugiados recém-chegados ao Brasil que dividem com um grupo de sem-tetos um velho edifício abandonado no centro de São Paulo. Em La Vingança, Felipe Rocha e Daniel Furlan caem na estrada rumo a Buenos Aires com o objetivo de ficar com o maior número de mulher possível e lavar a honra de Caco.

Com os Punhos Cerrados é um trabalho colaborativo de Ricardo Pretti, Pedro Diógenes e Luiz Pretti, diretores, roteiristas e atores de um filme sobre jovens revolucionários que invadem transmissões de rádio de Fortaleza para protestar. História Antes de uma História é uma bonita fábula em animação que submete seus personagens às etapas e aos instrumentos necessários para se dar vida a uma história.

Por fim, quatro documentários. Jonas e o Circo Sem Lona conta a história de um menino de 13 anos, filho e neto de artistas circenses, que comanda seu próprio circo e sonha em embarcar no projeto itinerante da família. Pedro Osmar – Prá Liberdade Que Se Conquista é uma cinebiografia do músico, poeta e artista plástico paraibano.

Estopô Balaio conta a história de um coletivo nascido das dificuldades do Jardim Romano, bairro do extremo leste paulistano. Por um Punhado de Dólares – Os Novos Emigrados disseca o complexo fluxo de pessoas pelo mundo em busca de melhores condições de vida para si e para as famílias que deixam para trás.Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

A Bela e a Fera: “Por mais que não atinja a excelência da animação, muito graças ao trabalho mais simples de recriar algo já existente e ao menor impacto na paixão crescente entre Bela e a Fera, a versão live-action garante ao espectador uma bem-vinda dose de magia e encantamento

Related Posts