Enter your keyword

Apple estaria desenvolvendo, secretamente, telas de MicroLED próprias para seus produtos

Apple estaria desenvolvendo, secretamente, telas de MicroLED próprias para seus produtos

Apple estaria desenvolvendo, secretamente, telas de MicroLED próprias para seus produtos

A Apple já deve muito à Samsung por depender dela para fabricar as telas de OLED utilizadas, por enquanto, no iPhone X. Mas, assim como já houve alguns rumores anteriormente, a intenção da Maçã é diminuir cada vez mais essa dependência.

Evidências mais fortes surgiram agora a partir de fontes da Bloomberg, a qual contou hoje que a Apple estaria fabricando telas próprias com a tecnologia MicroLED e, para isso, estaria usando uma fábrica “secreta” em Santa Clara, Califórnia.

Fontes anônimas afirmaram que a Apple está investindo pesado no desenvolvimento da última geração das telas MicroLED, cuja tecnologia utiliza compostos diferentes de OLED para emitir luz e promete tornar a tela de futuros gadgets mais finas, brilhantes e sugando menos energia.

Algo que contribui bastante com esse rumor é o fato de a Maçã ter comprado a empresa LuxVue, que era especializada em displays MicroLED, lá em 2014 — o que mostra que o desejo de se desvencilhar de outras fabricantes para as telas de seus dispositivos não é algo novo.

A Bloomberg ainda afirmou que a Maçã teria iniciado os testes em um laboratório de pesquisa chamado de “Centro de Tecnologia” em Taiwan, porém parece que no ano passado os esforços por lá foram reduzidos e, agora, estão mantendo a tecnologia na Califórnia, longe dos seus parceiros e mais próximo da sua sede; no fim, a Maçã ainda deverá terceirizar a produção em grande escala das telas.

A fábrica na Califórnia é muito pequena para produção em massa, mas a empresa quer manter a tecnologia proprietária longe de seus parceiros o maior tempo possível, diz uma das pessoas. “Nós colocamos muito dinheiro na fábrica”, diz essa pessoa. “É grande o suficiente para superar as construções de engenharia [e] nos permite manter tudo em casa durante os estágios de desenvolvimento.”

Alguns já sugerem que o primeiro gadget a ter essas novas telas seria a próxima geração do Apple Watch, que acreditam já estar pronta para ser lançada ainda este ano. Entretanto, a Bloomberg sugere que deverão levar ainda alguns anos para que as telas de MicroLED da Apple apareçam de fato em seus produtos; as apostas são de talvez 2 anos para o Apple Watch e de 3-5 anos para o iPhone.

De qualquer modo, se já existem rumores fortes a esse ponto, certamente há a intenção de se tornar cada vez mais independente de fornecedoras, as quais já parecem sofrer desde já com a notícia. O rumor lançado pela Bloomberg, em poucas horas, fez as ações de algumas fabricantes de telas despencarem: a Japan Display caiu 4,4%, enquanto a queda da Sharp foi de 3,3% e a da Samsung, de 1,4%.

E isso porque é apenas um rumor; imagine quando se concretizar, o estrago que isso não fará na Ásia…

VIA MACRUMORS, 9TO5MAC

 

 

 

Related Posts

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.